Estudos sobre o voto eletrônico no Brasil

 


  • Em 1998, foram utilizados os dois sistemas, voto manual em cédulas de papel e voto eletrônico.

#  Estudamos o comportamento do eleitor nos dois sistemas e comprovamos brutais diferenças  #.


  • Em 2000 as diferenças se repetiram

  • Não  é fraude, mas a urna eletrônica vem interferindo nos resultados.

  • Há um ERRO sistêmico, que desvia a intenção de voto do eleitorado com menor nível de instrução.

  • Em 2002, com 100% de urnas eletrônicas, os desvios voltaram a ocorrer em grande proporção, além de um novo ERRO que foi verificado na eleição para Senador.

  • O uso da Colinha ”  bastante promovido pelo TSE, buscou diminuir estes desvios, porém ele ainda continuam 

Direitos do Autor - Conteúdo liberado se citada a Fonte
Copyright Luiz Carlos Carmona - 2011 – carmona@gestel.com.br  twitter : Gestel_Carmona , Skype : luizcarloscarmona