Entre e conheça mais sobre o Estudo da Urna Eletrônica

Endereco Original
http://globonews.globo.com/Parabolica/0,6993,QY584101-1204,00.html

 
 
GloboNews.com


Voto nulo para o Senado
[11/10/02 - 15h33m]

BRASÍLIA - Muitos políticos dizem que o formato da cédula eletrônica induziu um bom número de eleitores a anularem o segundo voto para senador. Explica-se: depois de confirmado o primeiro voto para o Senado, o nome e a foto do escolhido não desapareciam da tela, como na escolha precendente, para deputado. Resultado: o eleitor cravava de novo o número do primeiro senador, provocando a anulação automática do voto.

Aliás, o Eng. Analista De Sistemas Luiz Carlos Carmona, em seu site http://www.gestel.com.br/, já havia advertido antes das eleições para o perigo de a urna eletrônica produzir uma enxurrada de votos nulos para o Senado. Quem quiser entender por quê, faça uma visita ao site e simule seu voto. Carmona garante que, em pelo menos quatro estados (Goiás, Paraía, Piauí e Rio Grande do Sul), os resultados foram afetados pelo desenho da cédula disponível na engenhoca. A conferir.

 

 

Voltar Enviar artigo Imprimir

 
» mais artigos de Franklin Martins
» mais artigos
» enviar e-mail para Franklin Martins