Entre e conheça mais sobre o Estudo da Urna Eletrônica

Endereço Original
http://www.paranaonline.com.br/index.php?pag=noticias&id_noticia=16540&conjunto=&id_caderno=4&id_usuario=&noticias=S
Grátis! Agenda Paraná divulga a sua festa
Paraná-Online

Home
  Terça, 08.10.2002 | Hora Certa | Previsão do Tempo Tornar o Paraná-Online minha Home  Adicionar o Paraná-Online aos Favoritos Busca Avançada no Site   
Notícias
Cidades
Economia
Esportes
Internacional
Nacional
Opinião
Polícia
Política
Últimas Notícias
Variedades
Especiais
Agenda
Automóveis
Colunistas
Direito & Justiça
Estadinho
Extra
Informática
Mural
Televisão
Tribuna na TV
Tribuna no Esporte
Viagens e Turismo
Vida e Saúde
Atendimento
O Estado
Tribuna
Paraná-Online
Grupo Paulo Pimentel
Serviços
Busca
Paraná-Online
Recomenda
BBC Brasil
Paranashop
Radiojornalismo
Newsletter
Receba informações do Paraná-Online em seu Email:
Nome:
E-mail:

Descadastrar
 

Política politica@parana-online.com.br
Falha da urna foi anunciada. Nada foi feito
Lawrence Manoel [ 08/10/2002 ]

A urna eletrônica fez com que muitos eleitores perdessem seus votos ou votassem no candidato que não queriam no Paraná. Os erros causados pelo equipamento eletrônico já eram esperados pelo engenheiro analista de sistemas, Luiz Carlos Carmona, que explicou as deficiências da urna nos pleitos de 98 e 2000 na edição de domingo de O Estado.

Ontem ele comentou o resultado das eleições no Paraná, quando entre brancos e nulos foram registrados cerca de dois milhões de votos para o senado. Carmona afirmou que o resultado da eleição foi incompatível com as pesquisas de boca de urna. O motivo: a inabilidade do eleitor em utilizar o recurso eletrônico que estava programada de maneira a gerar dúvida. O analista de sistemas explicou que, diferente dos outros votos, o primeiro ao senado não apagava da tela a imagem do candidato, só acontecendo após o voto ao segundo senador. O fato ocasionou vários problemas e em conseqüência muitos leitores acabaram se equivocando e desperdiçando seus segundos voto ao senado. Carmona afirmou que o problema se repetiu em todo País. Para ele, no Paraná não houve influência no resultado final da eleição, situação que possivelmente aconteceu em outros Estados. "Se o eleitor tinha um primeiro candidato e um segundo definidos, por exemplo, Osmar Dias (PDT) e Paulo Pimentel (PMDB) ou Flávio Arns (PT) e Edésio Passos (PT), com certeza muitos votos na segunda opção foram anulados", afirmou, destacando que por seus estudos acredita que o resultado final não foi alterado.

Seqüência agrava erros

Lawrence Manoel

A ordem de colocação dos seis votos (deputado federal, deputado estadual, senador 1,senador 2, governador e presidente) também foi motivo de erros por parte do eleitor. Como não tem uma seqüência hierárquica e o eleitor programa seu voto justamente pensando nessa seqüência, muitos podem ter digitado o número de presidente no deputado federal e assim sucessivamente. Carmona apontou o uso da "colinha" como uma solução paliativa do problema, que mesmo assim não deixou de acontecer. O número de votos nulos para presidente foi três vezes maior do que para deputado federal, fato que Carmona justifica pelo erro da ordem de votação. "É impossível que o número de problemas para se digitar quatro ou cinco números , como pede o voto para deputado, seja menor que o voto que pede apenas dois digitos, como o de presidente e governador", questionou Carmona.


Comentar Enviar Imprimir Mural   

[ Mais Notícias ]
  • 08/10 - Renovação chega a 44% na Assembléia
  • 08/10 - Candidatos discutem estratégia para 2.º turno
  • 08/10 - PMDB e PT conquistam as maiores bancadas do PR na Câmara
  • 08/10 - É de 23% a renovação na Câmara
  • 08/10 - Petista destaca papel de Paulo Pimentel
  • 08/10 - Disputa pelos votos da capital
  • 08/10 - Paulo Pimentel satisfeito com votos recebidos
  • 07/10 - Álvaro centra campanha em Curitiba; Requião quer explorar rádio
  • 07/10 - Lerner anuncia que não terá candidato no 2º turno
  • 07/10 - Requião e Alvaro disputam 2.º turno
  • 07/10 - Petistas comemoram votação na Marechal
  • 07/10 - Flávio Arns e Osmar no Senado
  • 07/10 - Tranqüilidade marca as eleições no Paraná
  • 07/10 - Em Curitiba, demora, filas e irritação
  • 07/10 - Camargo e Max são os campeões de votos para a Câmara Federal
  • 07/10 - Filho do Ratinho é o deputado estadual o mais votado
  • 06/10 - Justiça Eleitoral conclui preparativos para eleição
  • 06/10 - Véspera de eleição vira festa na Boca Maldita
  • 06/10 - Preparação para o segundo turno
  • 06/10 - TRE/PR esclarece dúvidas mais comuns
  • 06/10 - Quem são os que querem governar o Paraná
  • 05/10 - "Lei seca" entra em vigor a partir da zero hora
  • 05/10 - Partidos mobilizam batalhão para o dia "D"
  • 05/10 - Rubens Bueno afirma acreditar em uma virada
  • 05/10 - Placa "refresca" memória sobre ação parlamentar
  •  
    [ Variedades ]

    Richard Eyre filma ´best-seller´ de Ian Macewan
    [ Vida e Saúde ]
    Ganho de peso é principal entrave para o tratamento de esquizofrenia
    Favoritos